sábado, 31 de março de 2018

O FEMINISMO EM MAD MAX ESTRADA DA FÚRIA

  Vencedor de seis estatuetas no Oscar, Mad Max Estrada da Fúria é um filme de ação para mudar a perspectiva desse gênero e o papel da mulher nos filmes de ação.
   Dono de todos os filmes de Mad Max, o diretor George Miller resolveu fazer Mad Max Estrada da Fúria conservando apenas o universo Mad Max e talvez até para atrair os fãs da trilogia, pois em Estrada da Fúria a história não é centrada em Max (Tom Hardy), mas na Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) e nas Parideiras: Angharad (Rose Huntington-Whiteley), Toast (Zoë Kravitz), Capable (Riley Keough), Cheedo (Courtney Eaton) e The Dag (Abbey Lee).
  Além de não ter câmera tremida nas cenas de ação, todas as cenas são reais, sem tela verde para os efeitos especiais, com exceção de uma cena. Então, se você pensou que o cara na guitarra que solta fogo, carros capotando e explodindo eram tudo efeitos especiais, você se enganou.
  George Miller queria fazer Mad Max Estrada da Fúria desde os anos 1990, não tendo nada parecido com o filme lançado, mas foi realizando algumas adaptações que lançou o filme em 2015.


  Tendo 2h de filmes com 100% de ação do começo ao fim, o filme ainda é maravilhoso para trabalhar questões de gênero e colocar em pauta que "Lutar como uma garota" é a melhor coisa que um mulher pode ouvir!
  O filme mostra que mulheres não são frágeis, que elas podem sim participar de um filme de ação sem ser a vítima indefesa que precisa ser resgatada por um homem. Ainda é trabalhado a questão de igualdade de gênero, mostrando que as mulheres não são "coisas", "objetos" dos homens, que elas não são propriedade de ninguém.


  Max está no filme para ajudar as mulheres em sua missão, mostrando que os homens podem sim ajudar as mulheres nas suas lutas, mas sem tomar a frente e querer comandar o movimento, mas devem apenas ficar ajudando no que for preciso.


  Em um mundo distópico, Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne), por conseguir retirar água do subsolo, é dono de todos e dono de toda a região. Ele possui as Parideiras, para que assim ele consiga ter bebês que serão futuros Senhores da Guerra, e os Garotos de Guerra, como o Nux (Nicholas Hoult), que estão para servir o Immortan.
  Ao descobrir que uma imperatriz lhe traiu, Immortan reúne todos e parte em uma perseguição, na Estrada da Fúria, para capturar os seus pertences que a Impetriz Furiosa lhe roubou.


  Todos os atores e atrizes merecem destaque por uma bela atuação, mas o foco principal é a Charlize Theron que comanda todo o filme. Você sente a dor dela, os objetivos que a personagem almeja. Sua expressão, seus olhos, passam todos os sentimentos possíveis. Era sim para ela ter sido indicada ao Oscar de Melhor Atriz, mas vai entender... Charlize Theron é uma ótima atriz para todos os casos, para filmes de ação nem se fala, como já foi mencionado no site o filme Atômica, em que se é falado sobre sua atuação.
   Vale a pena assistir Mad Max Estrada da Fúria, as duas horas de filme se passam sem a pessoa perceber de tão emocionante que é o filme!

quinta-feira, 29 de março de 2018

SANTA CLARITA DIET, UMA SÉRIE DA NETFLIX

  Santa Clarita Diet teve sua primeira temporada lançada em 2017 e agora a segunda temporada lançada em 2018, conta a história de um casal, Sheila (Drew Barrymore) e Joel (Timothy Olyphant), dois corretores de imóveis que se deparam com uma situação que aparentemente seria impossível, Sheila vira uma morta-viva e agora eles vão ter que matar pessoas para que Sheila continue viva.
  É uma série de comédia bem bizarra, com muito sangue e tripas, bem nojento mesmo, mas é maravilhoso ver a Drew Barrymore nessa situação.
  Além de matar pessoas, ter cuidado para não deixar rastros, saber como Sheila virou uma morta-viva, procurar a cura, Sheila e Joel têm que cuidar de sua filha Abby (Liv Hewson) para que ela possa ter uma vida normal e não fique traumatizada vendo tanta morte.
  Para deixar a história ainda mais engraçada, Eric (Skyler Gisondo), é um adolescente na friendzone por Abby, que está disposto a ajudar essa família maluca a lidar com esses diversos problemas.


  Santa Clarita é uma série da Netflix criada por Victor Fresco, com as duas temporadas contendo dez episódios cada, com não mais de 40 minutos cada episódio. Então, dá para assistir de boas e se distrair, além de rir bastante com as cenas e os comentários dos personagens.



quarta-feira, 28 de março de 2018

CRÍTICA ATÔMICA

  Baseado no graphic novel The Coldest City, com direção de David Leitch, Atômica é um filme de ação, espionagem,  com uma bela atriz mostrando o poder feminino!
  Lorraine (Charlize Theron) é solicitada a ir para Berlim a fim de conseguir uma lista que contém todos os agentes clandestinos e acordos nas sombras, em que pode prolongar a Guerra Fria por mais 40 anos, e para investigar o assassinato de um colega. Lorraine se vê, então, tendo que trabalhar com Percival (James McAvoy), mas ela sabe que não pode confiar em ninguém e está nessa sozinha.
  A cor azul predomina no filme, fazendo uma homenagem aos filmes dos anos 1980, além de uma trilha sonora impecável.
  

  Tem-se que dar destaque para uma cena de ação, sem cortes aparentes, sequencial, que dá uma ansiedade e é maravilhosa.
  Charlize Theron comprovou ser a mulher mais durona do cinema. Foi exatamente por causa do talento da atriz que as cenas de ação se tornaram mais longas e mais complexas, já que a atriz conseguia fazer 20 movimentos sem cortes. Antes, quando não sabiam do nível de habilidades de Charlize, as cenas de ação eram curtas e com cortes.


  O filme ainda conta no elenco com Sofia Boutella, John Goodman, Toby Jones, Eddie Marsan, James Faulkner, Bill Skargard.

domingo, 27 de agosto de 2017

DEATH NOTE - RESENHA CRÍTICA DO FILME DA NETFLIX

   Baseado no anime japonês do mesmo nome, Death Note conta a história de um menino chamado Light (no filme interpretado por Nat Wolff) que vê um caderno caindo do céu. É então que ele descobre que se ele escrever o nome de uma pessoa e ter conhecimento do seu rosto, ela morre. Os detalhes da morte e o horário também podem ser detalhados.
   O dono original do caderno é um Shinigami, Ryuk (Willem Dafoe). Como é o seu caderno que está na posse de Light, ele tem que ficar seguindo-o, ficando preso no mundo humano.
   Light, um rapaz instruído e muito inteligente, resolve limpar a Terra de todo o mal, matando assassinos e bandidos. No filme, ele conta a história do caderno para Misa (Margaret Qualley) logo de cara e ambos criam uma entidade que passa a ser venerada por toda a população: Kira.
   Com todo esse tumulto, é então que aparece o melhor detetive: L (Keith Stenfield), que não revela nem seu verdadeiro nome nem seu rosto para ninguém, assim estando em total segurança.
   O filme se desenrola nessa disputa entre Kira e L.


   O filme é totalmente diferente do anime. Óbvio que sabemos que uma adaptação, uma refilmagem, tem que ser diferente do original, contar uma história diferente, só que é complicado quando se resolve mexer em um clássico.
  Tudo bem que a história é bem diferente, mas um ponto que deve ser preservado são as características dos personagens, o que não acontece na adaptação de Death Note.
   Light não tem nenhuma autonomia. No anime observamos um garoto ganancioso, que toma partido e não é movido por ordem dos outros. No filme isso é completamente diferente, ele parece ser um menino inseguro e que tem medo do caderno, além de ser um servo da namorada, parece até que é ela quem é o verdadeiro Kira.
   O L do anime é uma pessoa metodista, pensativa, calma. Já no filme ele é uma pessoa totalmente medrosa, insegura e se deixa tomar pelo nervosismo. Mas podemos confessar que a capacidade cognitiva dele no filme é mil vezes melhor que no anime. Ele é capaz de encontrar o Kira enquanto as mortes estão acontecendo em todo o mundo (não entendi como ele conseguiu fazer isso, mas tudo bem), e no anime as mortes só acontecem no Japão, o que facilita as pesquisas de L.
   Em relação a Ryuk, para quê tanto mistério em mostra seu rosto? Todos que assistem o anime já estão familiarizados com ele.
   Mas avaliando só o filme sem relacionar com o anime, o filme tem um aspecto muito clichê, o roteiro é bem igual à maioria dos outros filmes desse gênero.

   É um filme da Netflix, com direção de Adam Wingard, roteiro de Jeremy Slater e produção de Roy Lee, Dan Lin, Masi Oka.
   

segunda-feira, 10 de julho de 2017

MUSICAIS CLÁSSICOS ANTIGOS


   Nesta lista não estão todos os musicais clássicos, aqui contém 6 musicais muito bons e, caso você seja uma pessoa que curte filmes assim e está querendo indicações, é só ler a lista!
  • CANTANDO NA CHUVA (1952)
   Este filme conta a história de um homem muito famoso da época do cinema mudo. Mas sua carreira está prestes a acabar quando os filmes adquirem diálogos. É, então, que ele tem a brilhante ideia de fazer filmes musicais.



  • O MÁGICO DE OZ (1939)
   A Dorothy (Judy Garland) e seu cachorro Totó, após terem sua casa destruída por um ciclope, vão parar na terra de Oz. Lá encontram o Espantalho, o Homem de Lata e o Covarde Leão que a ajuda a encontrar o mágico de Oz para que ele ajude Dorothy a voltar para casa.



  • A NOVIÇA REBELDE (1965)
   Maria (Julie Andrews), uma noviça, vai trabalhar para um homem muito rico em que ela terá que cuidar de seus sete filhos, isso porque ela tem dificuldade de se adaptar no convento. Diariamente cuidando das crianças, ela consegue criar uma ótima relação com elas e se apaixonar pelo pai delas.



  • MARY POPPINS (1964)
   Duas crianças bem danadas recebem a visita de Mary Poppins (Julie Andrews), uma babá com poderes mágicos que vai mudar a rotina delas, levando-as a mundos em desenhos animados, contendo muita diversão.



  • THE ROCKY HORROR PICTURE SHOW (1975)
   Um casal se perde na estrada quando está chovendo e vão pedir ajuda em uma casa próxima. Eles acabam descobrindo que nessa casa residem pessoas malucas, necessariamente alienígenas do planeta Transsexual, da galáxia Transylvania.



  • GREASE (1978)
   Sandy (Olivia Newton-John) e Danny (John Travolta) vivem um romance de verão, mas ao final eles têm que se separar, pois Sandy vai voltar para a Austrália. Só que a história toma outro curso quando ela não vai embora e acaba indo estudar na mesma escola de Danny.


sexta-feira, 7 de julho de 2017

RESENHA CRÍTICA DE GRAVE (RAW)

   É um filme francês dirigido por Julia Ducournau.
   Justine (Garance Marillier) que vem de uma família vegetariana e nunca comeu carne na vida, entra em uma faculdade de medicina veterinária e está sendo levada pelos pais para começar os estudos.
   Já na primeira noite na universidade, ela é acordada de madrugada para participar do trote para as boas-vindas aos novatos.
   É nesse trote, que dura vários dias, que ela é obrigada a comer carne crua, especificamente fígado. Ela não quer comer, mas sua irmã Alexia (Ella Rumpf), obriga-a a comer para que ela passe pelo ritual de entrada, assim como ela teve que comer um ano antes para passar pelo processo.
   Após comer a carne, Justine começa a ter desejos estranhos de comer carne crua e até mesmo carne humana.


   O filme é um pouco nojento, mas não que chegue ao ponto de fazer o espectador passar mal e querer vomitar. É nojento pelo fato de que a hora toda a protagonista, sua irmã e outros personagens estão sempre sujos de sangue, ficam com os jalecos sujos por semanas, além de outras situações.
   O filme é bem bizarro, não querendo dizer que seja ruim, pelo contrário, é bom. Ele possui um ambiente sombrio e estranho, às vezes bem lento.
   Ele não gasta tempo explicando os porquês e as situações, só mostra o problema que Justine passa ao ter esse desejo canibal.
   Ele também mostra muito bem a transição da personagem. Ela passa de uma garota inocente para uma mulher mais sexy, sedutora, que bebe, vai para as festas, após ingressar na faculdade. Ela passa até a desejar seu colega de quarto gay, Adrien (Rabah Naït Oufella).


   SPOILER! Alexia também passou pelo mesmo problema que sua irmã durante o trote, no ano anterior e, desde então, passou a comer carne, inclusive de humanos também. Além disso, Justine também descobre que sua mãe (Joana Preiss) também tem o mesmo problema e se alimenta do seu marido (Laurent Lucas), pai das duas garotas. Se os pais delas sabiam que iria acontecer a mesma coisa quando elas entrassem na faculdade, já que a mãe e o pai também foram para a mesma faculdade e passaram pelo mesmo trote, em que a mãe virou canibal, por que então eles deixaram as filhas irem para a mesma faculdade e ter o mesmo problema? FIM DO SPOILER.

6 FILMES DE TERROR NO 2º SEMESTRE DE 2017

  • ANNABELLE 2
   Dentro do universo de Invocação do Mal, a famosa boneca Annabelle volta para atormentar umas crianças do orfanato.
   Aparentemente, esse segundo filme não tem muita relação com a primeiro filme de Annabelle, que estreou em 2014. Em Annabelle 2, um casal perde sua filha criança em um acidente de carro e, querendo vê-la uma vez mais, começam a rezar e sua filha aparece, só que com um tempo, ela pede para entrar dentro de uma boneca e logo percebem que a entidade não é sua filha, trancando a boneca para que ninguém tenha contato com ela.
   Mas após um orfanato se mudar para a antiga casa deles, a boneca volta a atormentar as crianças e os adultos que estão residindo na casa.
   O filme tem data de estreia para 17 de agosto nos cinemas.


  • IT 2017
   Uma refilmagem de 1990 e baseado no livro It de Stephen King, o filme conta a história de um palhaço que atormenta as crianças de uma pequena cidade, Derry. Umas crianças da cidade resolvem se reunir para combater esse palhaço.
   O filme tem data de estreia para 7 de setembro.
   Se quiser saber mais sobre este filme, acesse essa postagem O QUE ESPERAR DE IT 2017 E PEQUENA RESENHA DE IT 1990


  • A MORTE TE DÁ PARABÉNS
   No dia de aniversário de uma mulher, estudante de uma universidade, que reside em uma república para os estudantes, uma pessoa com uma máscara aparece em seu quarto, à noite, enquanto ela se arruma para aproveitar seu aniversário, e a mata. O mais estranho é que, após ela ser assassinada, o dia se reinicia e ela passa a vivenciar as mesmas coisas e continuar morrendo no final do dia. Ela, então, se vê no dilema de encontrar uma solução para não morrer e poder viver o dia seguinte.
   O filme tem data de estreia para 13 de outubro.


  • POLAROID
   Uma câmera carrega uma entidade que mata quem está está presente na foto tirada pela câmera.
  Uma garota encontra essa antiga câmera em uma loja e tira foto de seus amigos. Nessa foto, aparece uma sombra e, se essa sombra se mover para o lado de uma das pessoas da foto, isso significa que ela será a próxima a morrer.
   Os amigos que estão na foto, tirada em uma festa de halloween, estão perto de morrer e irão atrás de solucionar esse problema, já que destruir a foto não resolverá nada.
   O filme tem data de estreia para 25 de agosto.


  • JOGOS MORTAIS O LEGADO
   Já indo para o oitavo filme da franquia, Jogos Mortais o Legado tem data de estreia para 26 de outubro.
    Ainda não se sabe a sinopse oficial do filme.
   Será dirigido por Michael e Peter Spierig e contará com um elenco constituído por Tobin Bell, Mandela Van Peebles, Laura Vandervoort, Brittany Allen, Callum Keith Rennie, Matt Passmore.
    Assim como os outros filmes da franquia, poderemos contar com muita tortura e cenas agoniantes.

  • SOBRENATURAL 4
    O filme tem data de estreia para 20 de outubro.
   O 4° filme filme da franquia receberá o nome de Sobrenatural: O Próximo Capítulo e se passará antes dos acontecimentos dos filmes anteriores.

sábado, 1 de julho de 2017

RESENHA CRÍTICA DE VIDA 2017

   Seis astronautas conseguem capturar uma nave desgovernada no espaço que dentro contém uma amostra de terra de Marte. Nessa terra, eles descobrem que tem uma célula e, então, que há vida em outros locais que não só a Terra.
   Apesar deles estarem felizes com a descoberta, assim como o resto da Terra, criando até um evento especial para nomear o novo ser, o qual o nomeiam de Calvin, os seis astronautas continuam no espaço para a realização das pesquisas com Calvin, já que é mais seguro, pois caso ocorra algo perigoso, caso Calvin seja um ser perigoso, não trará problemas para o planeta Terra.
   Mas é ao decorrer das pesquisas que Calvin se mostra um alienígena perigoso e disposto a matar todos da tripulação.


   O filme é muito instigante e deixa o espectador com uma agonia de prender o fôlego e muito nervoso, o filme até deixa com um pouco de medo e suspense, já que nunca se sabe onde o alienígena está, além de ser um bicho bem feio e muito inteligente que ataca do nada e se move muito rápido.
   Ainda fica com uma certa agonia, pois é um local fechado e onde a gravidade é zero, os tripulantes estão sempre flutuando e tendo que fugir e sobreviver, além de estar a todo momento tentando matar o alien.
   A fotografia é espetacular e os efeitos especiais são muito bem feitos.


   O filme se constrói por burradas dos personagens, tudo o que Calvin realizou, até sua fuga do local de quarentena, deu-se em decorrência de atitudes erradas dos astronautas. Em determinados momentos você se pergunta: "Mas por que ele fez isso? Que coisa estúpida". E é por isso que o filme peca no roteiro, apesar da história ser bem interessante.
   Mas a maioria dessas ações até se explicam pela adrenalina e instinto de sobrevivência dos personagens, já que a única coisa que eles tentam fazer ali é sobreviver, além de não deixar Calvin chegar à Terra.
   O filme se constrói pela sorte. Em um momento eles estão perto de matar Calvin, em outro a nave está indo em direção à Terra.
  Outro aspecto interessante é que eles não mostram Calvin como um alien ruim, que um alienígena não necessariamente  tem que ser um monstro. Isso é mostrado no momento que falam que ele só está tentando matar todos, porque ele está tentando sobreviver, assim como qualquer ser o faria se estivesse com a vida em risco.


   O elenco entrega uma ótima atuação, além de ser bem diversificado, não se restringindo apenas aos atores estadunidenses. Contamos com Jake Gyllenhaal, Ryan Reynolds, Rebecca Ferguson, Ariyon Bakare, Hiroyuki Sanada, Olga Dihovichnaya.
  As personagens femininas merecem um ótimo destaque. Elas têm importância no filme e suas atitudes são bem pensadas e estruturadas para que consigam controlar a situação.
  O filme termina com uma grande raiva que o espectador fica, já que a revelação é bem surpreendente, diferente de outros filmes de ação e suspense.
   O filme é dirigido por Daniel Espinosa. 
   Roteirizado por Rhett Reese, Paul Wernick. 
   Produzido por David Ellison.


FILME 2017: SINOPSE DE O ESTRANGEIRO

   Quan (Jackie Chan) vai deixar sua filha de carro em um determinado local da cidade e, quando ela sai do carro, ocorre um explosão próximo a ela, decorrente de um ataque terrorista.
   Com a morte de sua filha, Quan não irá descansar até descobrir quem foram os terroristas que colocaram a bomba que matou sua filha. Ele tem certeza de que o governo sabe o nome dos terroristas, apesar deles dizerem que não sabem e não dizer a Quan.
   É, então, que Quan irá fazer de tudo para descobrir quem foram os responsáveis. Ele será capaz de lutar, matar, soltar bombas, até que ele descubra.
   O Jackie Chan pode já estar velho, mas mesmo assim ele ainda consegue realizar suas cenas de ação. Como observamos no trailer, o Quan já está bem cansado com a vida, ficou ainda mais devastado com a morte de sua filha, mas a sede de vingança e justiça supera tudo e ele parte para a ação.


   O filme é do gênero ação e suspense, com a direção de Martin Campbell.
   O elenco é constituído por Jackie Chan, Pierce Brosnan, Katie Leung, Charlie Murphy.
   O filme tem data de estreia para 13 de outubro de 2017.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

HOMEM-ARANHA DE VOLTA AO LAR

   Como todo filme da Marvel, muita comédia besteirol, e muita ação.
   Esse filme do homem-aranha é a terceira sequência de filmes desse super-herói. Primeiro tivemos a trilogia, estrelada por Tobey Maguire nos anos de 2002 a 2007; depois tivemos outros dois filmes do herói, intitulado O Espetacular Homem-Aranha, estrelado por Andrew Garfield. E agora teremos outro novo Homem-Aranha estrelado por Tom Holland.
  Como esse novo filme do Homem-Aranha, De Volta ao Lar, irá contar a história após os acontecimentos de Capitão América: Guerra Civil, talvez o filme não passe metade do tempo contando sobre o processo de transformação de um simples jovem para um super-herói, como aconteceu nos outros filmes do Homem-Aranha.
   Podemos notar também que esse Homem-Aranha, será mais parecido com o do Andrew Garfield, um nerd mais descolado e não um nerd boco e tímido como o de Tobey Maguire. Como observamos em Guerra Civil, o novo Homem-Aranha é mais brincalhão e descolado.


   Homem-Aranha De Volta ao Lar irá contar a história do super-herói tendo que lutar contra crimes pequenos que aparecem ao seu redor e lutar contra o vilão chamado Abutre (Michael Keaton). Essa batalha não será fácil, já que o vilão (incentivado pelo egoísmo dizendo que pessoas ricas, como Tony Stark, não dão a mínima para pessoas pobres como ele) está usando os equipamentos alienígenas, após a batalha dos Vingadores, para construir uma armadura potente. Mas o Homem-Aranha não está sozinho nessa, ele recebe toda a ajuda do Homem de Ferro (Robert Downey Jr.).

   O filme tem data de lançamento para 6 de julho de 2017 e será dirigido por Jon Watts.

SINOPSE DE THOR 3: RAGNAROK

   O terceiro filme da franquia Thor, do universo Marvel, tem data de lançamento prevista para 25 de outubro de 2017 e é dirigido por Taika Waititi.
   A história desse novo filme do Thor (Chris Hemsworth) ocorre após os acontecimentos do filme Vingadores: Era de Ultron, e irá contar a história de Thor pela buscar de salvar seu mundo contra a destruição, que está na posse da vilã Hela (Cate Blanchett).
  Como podemos observar no último filme solo de Thor, O Mundo Sombrio, seu irmão Loki (Tom Hiddleston) não morreu e, aparentemente, ele tomou o lugar do seu pai, Odin (Anthony Hopkins), e está a governar Asgard.


   Podemos observar no trailer que o martelo do Thor foi destruído por Hela. Já dá para saber que essa vilã não é fraca e tem mesmo é que temê-la.
   Thor foi capturado, do outro lado do universo, e, para sair e voltar a Asgard para salvá-la, ele terá que ir para uma arena e lutar mortalmente com uma pessoa inesperada: seu amigo de trabalho Hulk (Mark Ruffalo), que tinha sumido em Vingadores: Era de Ultron, e ninguém sabia do seu paradeiro.